quarta-feira, 12 de março de 2008

Então como aconteceram as coisas ( parte II )

... Até às 21.00 horas as dores foram sempre aumentando, assim como as contrações. Quando a minha medica chegou passavam uns 5 minutos das 21.00 e eu estava completamente descontrolada, ela fez - me mais um toque e disse : tem que se fazer cesariana...
Grande novidade...
Nessa altura as dores atingiram o seu pico, e enquanto a medica saiu por uns instantes tive uma forte hemorragia e a enfermeira foi chamar a minha médica, mas quem veio foi um médico e vinha para me fazer mais um toque.Nessa altura eu passei - me po completo e disse - lhe:
- em mim o sr não toca, tou farta dos toques e o corpo é meu e quem manda no meu corpo sou eu.
O homem ficou tão espantado que se foi embora mas ainda disse qualquer coisa como que a discordar do facto de eu ir fazer cesariana e eu mais uma vez me irritei e disse - lhe para ele ir ter com a minha medica e falar com ela.

Deveriam ser umas 21.30, começaram a preparar - me para a bendita cesariana, o que também foi complicado porque com as contrações e as dores eu não estava quieta e as enferm.tinham que me colocar uma argália,mais uma dor, doeu mesmo, depois colocaram - me numa cadeira de rodas e fui para a sala das cesarianas; sentada deram - me a epidural.em segundos a dor desapareceu, bem como as contrações, do peito para baixo não sentia nada, era como se aquela parte do corpo não existisse.

Senti e ouvi cortarem - me, em alguns minutos o meu bebe foi retirado, ouvi o choro e uma alegria imensa encheu o meu coração, só o vi por uns instantes, lindo, grande, gordinho... Lagrimas de felicidade corriam...
continua....

4 comentários:

Irina disse...

co continua? quero saber tudo !!! ;O)

Sofia e Pedro disse...

Ai, minha querida mamã,relembro quando ouvi o primeiro choro da Joana, pareceu-me o choro mais bonito do mundo...e nunca me esquecerei de a ver sair de mim, é indiscritível!Imagino a tua emoção com o Pedro :-)
Uma pergunta apenas: se,de antemão,a cesariana era a hipótese mais provável, porque é que a tua obstetra recorreu à indução?Pessoalmente, e por aquilo que tenho lido, este procedimento provoca dores horríveis e, pelos vistos, sentiste-as a valer...bem, mas o que importa é que o Pedro já está contigo e que vocês formam uma familia linda!
Beijinhos grandeeees,Sofia,Pedro e Joana

Mara disse...

Que sofrimento horrível! E fizeste muito bem em mandar o outro médico dar uma curva... não é a eles que dói...
Mas aposto que esqueceste tudinho quando ouviste o choro do Pedro! ;o)
Beijocas grandes

Orange disse...

Quando olhas para o Pedro, já nem te deves lembrar das dores...
Bjs